Santa Adrenalina: um guia para quem quer escrever thrillers

fundo parallax
 

Sinopse

Um bom thriller precisa de envolvimento do leitor. Precisa de surpresas, viradas na história, personagens com quem eles podem se identificar, torcer, e admirar. Bons thrillers mantêm a tensão entre uma cena de ação e outra, jogam obstáculos cada vez maiores no caminho do protagonista, apresentam conflitos internos angustiantes. Podem ter cenas de sexo eletrizantes e momentos de puro horror.

Antecipação a cada passo que o protagonista dá, lentamente, em direção àquela porta fechada, com a mão suada esticada enquanto ele ouve seus próprios batimentos cardíacos. Um bom thriller faz o seu leitor exclamar palavrões, dormir de luz acesa, e roer as unhas. Seu thriller precisa ter uma estrutura forte, personagens interessantes, um subplot criativo, descrições vívidas, tensão crescente, viradas bruscas, um clímax de tirar o fôlego e um final inesperado e satisfatório para o leitor. ​


Dados técnicos

Título: Santa Adrenalina: um guia para quem quer escrever thrillers
Autor: Claudia Lemes
Capa: Francisco Martins/Project 9
Editora: Lendari
Ano: 2017